Hérnias e Protrusões discais


O aumento da pressão intradiscal vertebral pela força de tração medular provoca a fratura precoce do anel fibroso dos discos intervertebrais em situações de esforço físico reduzido ou em que se carrega pouco peso. Por esta razão, as protrusões e hérnias discais vertebrais são mais frequentes na Doença do Filum/Síndrome Neuro-Crânio Vertebral (EF/ S.NCV).

De maneira geral, a pauta de tratamento a pacientes com EF/S.NCV, associadas com hérnias discais, é realizar somente a Secção do Filum Terminale (SFT) e observar a evolução clínica da protrusão-hérnia discal. A exceção seria para os casos em que existe um intenso quadro álgico ou um claro déficit neurológico relacionado com a hérnia discal. Neste tipo de situação, se indicaria a exérese na mesma operação. Uma vez realizada a SFT, em casos em que não se realiza uma intervenção na hérnia discal na mesma operação e quando se observa a persistência ou piora da sintomatologia, se recomenda a posterior exérese cirúrgica da mesma. Tal procedimento se baseia na evolução favorável em várias ocasiões, nas quais não foi possível realizar a exérese por motivos pessoais de alguns pacientes. Depois da liberação da tração medular, houve uma melhora clínica nas explorações complementares das protrusões-hérnias discais.

No caso das hérnias discais lombares e dorsais, as técnicas mais utilizadas são a discectomia via semi-hemi-laminectomia para as lombares e a transartrectomia para as dorsais. No caso das cervicais, a mais frequente é a a discectomia pela via anterior com a colocação de um enxerto ou caixa intersomática.

Para saber mais sobre os diversos tipos de hérnias discais, acesse:

Hérnia do disco cervical
Hérnia do disco dorsal
Hérnia do disco lombar







Fale conosco

Institut Chiari & Siringomielia & Escoliosis de Barcelona

Meu nome é Marta Orsini e sou a responsável pelo atendimento a pacientes que falam português.

Todas as consultas recebidas por meio deste formulário ou pelas contas de e-mail do 'Institut Chiari & Siringomielia & Escoliosis de Barcelona', são encaminhadas à nossa equipe médica. As respostas são supervisionadas pelo Dr. Miguel B. Royo Salvador.